piso drenante

O piso drenante é uma opção que vem ganhando cada vez mais destaque no mercado de construção civil. Em diversos tipos de obras, das maiores às menores, sempre há um espaço onde esse piso possa ser colocado.

A construção civil tem evoluído constantemente e trazido cada vez mais novidades. São verdadeiras soluções que buscam tornar o dia a dia das pessoas mais prático e seguro, tudo o que a vida moderna precisa.

Os primeiros modelos surgiram na década de 1940, na Holanda. Veio como uma solução para este país que, por estar abaixo do nível do mar, sofria com a utilização de concreto.

Devido a isso, rapidamente se popularizou na Europa, até chegar ao Brasil e começar a ser utilizado nas ruas, por conta de sua alta capacidade de absorção.

Tendo esta característica beneficiado diferentes tipos de obras, naturalmente, o piso drenante começou a se popularizar e se tornou uma alternativa sustentável, versátil e econômica.

Constantemente, surgem soluções com os mais variados objetivos, mas o foco é sempre manter a beleza e a funcionalidade juntas.

Com uma rotina agitada, não há tempo para continuarmos investindo em itens que não colaboram com as necessidades que temos hoje. Uma delas é lidar com a umidade e evitar que ela prejudique nosso lar de alguma maneira.

O piso drenante é uma dessas soluções e tem sido cada vez mais aplicado na construção civil. Existem diferentes tipos e cada um deles atende a uma necessidade.

Em vista de tamanha importância, neste artigo, vamos explicar o que é piso drenante, onde esse tipo pode ser encaixado, os cuidados necessários para mantê-lo bem conservado e por que ele é útil. Confira!

O que é piso drenante?

O piso drenante é uma opção ecológica que permite que a água passe facilmente para o solo. Ajuda a minimizar os problemas causados pela chuva, tornando o meio ambiente mais sustentável.

É recomendado pelas principais empresas de remediação do solo, inclusive, existe uma lei que diz respeito a esse tipo de piso.

Sendo assim, acaba por se tornar essencial a qualquer tipo de construção, contudo, deve ser instalado por uma empresa especializada, visto que a colocação incorreta pode acarretar prejuízos ao projeto de construção.

Também é conhecido como placa drenante ou piso permeável, mas independentemente de seu nome, é hoje uma das melhores opções do mercado.

Como falamos, quem está construindo ou fazendo reformas de casas, pode encontrar diferentes tipos desse piso. No entanto, os dois principais são: o comum e o resinado.

O comum é à base de cimento, constituído por placas que permitem que a água passe com facilidade para o solo.

Já o resinado, por sua vez, também conhecido como piso fulget, é mais ecológico porque é feito à base de resina, evitando, assim, a contaminação do solo pelo cimento.

Seu funcionamento é simples, uma vez que sendo constituído por cimento ou resina, possui fácil instalação e é completamente favorável ao meio ambiente.

Com o piso instalado, toda a água da chuva de um ambiente é escoada, permitindo que ela “drene” o solo, evitando o acúmulo de água e, com isso, prevenindo enchentes.

As novas construções já contam com esse tipo de piso, como no caso dos grandes edifícios em suas áreas de lazer, como deck de piscina, playgrounds, churrasqueira aberta, etc.

As plantas presentes nesses espaços também são beneficiadas, pois absorvem a água drenada pelo piso. Além de que é possível encontrar blocos de cores diferentes, o que traz ainda mais beleza e harmonia em cada espaço.

Onde ele pode ser aplicado?

O piso drenante é indicado para espaços abertos, pois são locais sujeitos ao derramamento de água provocado pela chuva. Dentre os principais locais estão:

  • Áreas externas;
  • Estacionamentos;
  • Ruas;
  • Praças;
  • Condomínios;
  • Entre outros.

Da mesma maneira, pode ser colocado em calçadas, subidas de rampas e parques públicos, pois é constituído de materiais resistentes em suas duas versões (cimento e resina).

Ainda pode ser colocado em locais com grande circulação de veículos, por isso mesmo ele também é indicado para a pavimentação de ruas e avenidas.

Ao ser instalado em uma praça, por exemplo, assim como a impermeabilização de laje com piso, torna o ambiente muito mais agradável.

Isso acontece porque, com a drenagem da água, os espaços ficam muito mais limpos e as plantas mais bonitas e saudáveis. Sem falar no fato de que, se você deseja economizar, tem no piso drenante a melhor opção.

Contudo, para se assegurar de todos esses benefícios, é essencial garantir a boa instalação dos pisos, uma vez que o drenante de cimento é feito em placas, enquanto que o resinado é moldado no local onde será instalado.

Cuidados necessários com o piso drenante

Apesar de ser uma solução resistente e prática, é preciso ter alguns cuidados com esse tipo de piso. Uma delas está relacionada à sua instalação, que varia de um tipo a outro.

No caso do drenante comum, a instalação pode ser feita por pedreiros, pois o piso chega pronto ao local. Ao ser colocado, poderá ser usado normalmente e o solo estará preparado para fazer drenagem solo encharcado em dias de chuva.

Quanto ao piso de resina, este é moldado no local e sua instalação é um pouco mais rápida, podendo estar pronta em 1 ou 2 dias.

A respeito da durabilidade de cada tipo, o piso drenante comum é menos durável, uma vez que é constituído por cimento, que pode se deteriorar devido às intempéries do dia a dia.

Por outro lado, o piso de resina é mais resistente e não sofre tanto com as agressões do tempo. Além de seu próprio material ser mais durável, outro fator que prolonga sua vida útil é a compressão.

O cimento é um material extremamente duro, que pode rachar ou quebrar com o passar do tempo. Já a resina é uma opção de material mais maleável, que consegue se manter intacto por mais tempo.

Fora os cuidados com a instalação, o piso drenante não requer nenhuma cautela específica, a não ser a substituição de blocos que podem se quebrar com o tempo, como no caso do produto fabricado em cimento.

É válido destacar, também, que esses dois tipos de materiais podem influenciar a estética de uma obra de paisagismo quintal dos fundos ou pátios e calçadas.

Isso porque no caso do piso de cimento, por ser constituído em blocos, suas juntas ficam mais aparentes. Já o de resina vai seguir as juntas do contra piso, mas caso não tenha, ele não precisa dessas juntas.    

Por que esse piso pode ser útil?

Esta é, sem dúvidas, uma das melhores escolhas para quem deseja colaborar com o meio ambiente, uma vez que ele não polui a natureza.

A passagem de veículos é menos barulhenta, principalmente se comparamos com opções mais comuns, como o asfalto. Além disso, é mais seguro para as pessoas, visto que tem um efeito antiderrapante.

Ademais, o piso drenante é muito mais barato na hora de comprar, instalar e fazer suas manutenções. Além de que também traz outras vantagens, como por exemplo, poder ser facilmente instalado em terrenos onde houve demolição de casas antigas.

Ele chega ao local de instalação pronto para ser usado, sendo mais resistente e completamente adaptado para a circulação de veículos leves.

Ainda, há várias opções de cores que combinam muito bem com qualquer ideia de projeto que você tenha. Por exemplo, é possível encontrá-lo em tons como cinza claro, grafite, amarelo ou vermelho.

É uma maneira de entregar a você mais opções que se adequem melhor ao seu projeto de construção, tornando-o mais bonito, assim como prático e funcional.

Pelo fato de possuir pedras granuladas, o piso drenante proporciona uma melhor filtragem da água, o que reduz seus índices de poluição.

Além de todas essas vantagens que mencionamos aqui, quem está em busca de conforto térmico encontra nesse tipo de piso a melhor opção.

Isso porque ele é capaz de reduzir a temperatura em até 7°, principalmente quando comparado com o asfalto comum, que eleva a temperatura dos espaços.

Conclusão

Mais do que conseguir uma licença ambiental cetesb para dar andamento a sua obra, é importante que você escolha as melhores opções em materiais do mercado.

Seu projeto pode contar com o que há de mais moderno atualmente por meio do piso drenante. Além de ajudar a preservar o meio ambiente, você terá uma opção prática e funcional para o dia a dia dos moradores, e tudo isso sem pagar caro.

Agora que você já conhece o que é esse tipo de piso e todos os benefícios que ele pode trazer, não está mais tão difícil escolher o ideal, certo?

Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Guia de Investimento, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos.

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *